Como economizar na conta telefônica

Para as empresas que usam a telefonia tradicional, vão algumas dicas de como utilizar melhor a telefonia. Quem vai sempre à mesma loja para comprar os mesmos produtos e não olha os preços não vai economizar. O mesmo vale para o mercado de telefonia. O consumidor atento consegue descobrir vantagens e diminuir seus gastos mensais com telecomunicações.

Apresentamos aqui algumas dicas para que você possa reduzir a sua conta telefônica:

1. Ligações locais – As três grandes operadoras locais dominam o mercado e o consumidor residencial não tem muita opção. Já o cliente corporativo que realiza muita ligação local deve avaliar as novas operadoras que estão chegando, pois elas oferecem boas ofertas. Porém, qualquer mudança de operadora implica na alteração do número telefônico.

Observe: A ligação local custa 2 pulsos para os primeiros 4 minutos e mais um pulso para cada 4 minutos adicionais. Falar 1 minuto ou 4 minutos gera a mesma despesa. Para conversas prolongadas tente usar o período de pulso único: das 0:00 às 6:00 horas nos dias úteis ou das 14:00 horas de sábado até às 6:00 horas de segunda-feira. Qualquer ligação nesse período custa somente um pulso, independentemente da sua duração.

Ligue à cobrar! Se você liga freqüentemente para sua própria casa ou escritório, e essas ligações têm curta duração, a tarifa à cobrar é bem mais barata. Ela é cobrada em frações de 6 segundos (após o primeiro minuto cheio) e evita pagar os 4 minutos da ligação local.

2. Internet, acesso discado – Tente usar o período de pulso único: das 0:00 às 6:00 horas nos dias úteis ou das 14:00 horas de sábado até às 6:00 horas de segunda-feira. Evite conectar-se repetidamente, pois cada ligação gera pelo menos um pulso adicional.

Freqüentemente circulam e-mails na rede avisando que o pulso único acabou. Não é verdade! Não existe nenhuma perspectiva referente ao fim do pulso único.

3. Internet em banda larga – Já que você está sempre conectado à rede por uma taxa fixa, aproveite esse canal de comunicação. Em vez de telefonar, mande e-mail ou use um programa de chat (por exemplo: ICQ, MSN, Yahoo Messenger).

4. Ligações de Longa Distância, uso esporádico – Quem faz poucas ligações de longa distância e não contratou nenhum plano alternativo deve evitar o horário comercial.

5. Ligações de Longa Distância, uso contínuo – Quem gasta regularmente uma quantia significativa em ligações de longa distância deve analisar cuidadosamente sua conta. Primeiro, identifique os destinos e horários com maior incidência. Aplique essas informações em nosso sistema com diversas comparações alterando os horários e durações para obter as melhores opções disponíveis. Decida quais seriam os planos tarifários mais convenientes e faça o cadastramento junto às operadoras. Faça um esquema dos planos tarifários de cada operadora nos quais você se cadastrou e anote-o ao lado do telefone.

Observação: O mercado é dinâmico. Esse procedimento deve ser repetido de tempo em tempo.

6. Uso de planos tarifários – Quem dispõe de mais de uma linha telefônica pode cadastrar planos diferentes para cada linha. Com isso, pode-se sofisticar o uso das vantagens, mas é necessário haver uma rigorosa administração das ligações.

7. Ligações de Longa Distância, uso comercial – Para gastos acima de R$ 3.000,00 em diversas linhas telefônicas recomendamos a consultoria tarifária comparatel, que garante uma análise completa das despesas e indica o melhor acervo de planos tarifários disponíveis. A economia pode chegar a 30%.

8. Promoções – Fora dos planos alternativos existem as promoções por tempo determinado. Todas as promoções são informadas através das nossas notícias e da newsletter.

9. Ligações internacionais – A telefonia internacional é cara, mas é o segmento em que há mais concorrência e no qual freqüentemente acontecem promoções. Diversas operadoras oferecem planos alternativos com tarifas reduzidas para determinados paises. Como ninguém liga para “todo o mundo” esses planos apresentam vantagens na maioria dos casos.

Fonte

This entry was posted in Dicas de finanças. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s