Fazer grávida esperar.

Hoje tinha consulta na GO do convênio. Demorei mais de 20 dias pra conseguir ligar lá e marcar a consulta. Já falei aqui o quanto eu detesto o convênio e as recepcionistas da GO, mas hoje foi a superação. Cheguei lá no horário, meia hora antes da consulta, mesmo sabendo que ia esperar pelo menos 1h30 pra ser atendida, como o habitual dessa porcaria. E, quando eu chego, embaixo de sol etc, a menina olha pra minha cara e diz “a dra. não veio hoje”.

Sabe, nem deu vontade de passar sermão sobre elas terem que ligar antes avisando (a minha consulta era no meio da tarde e elas tiveram a manhã inteira pra isso), porque grávida não pode ficar andando embaixo de sol desse jeito, que muitas com certeza teriam que sair do serviço e ir embora dali sem atestado, fora a canseira desnecessária etc etc. Só fiz questão de remarcar para esta mesma semana (ficou pra quinta) e fui embora. É revoltante. Quando isso acontece, vejo o quão evoluída no zen budismo eu sou, porque mantive a calma e não briguei nem esquentei a cabeça. Mas não beira o absurdo?

Matéria da revista Pais & Filhos (amo e recomendo):

Você lá, com o maior barrigão, e o garçom vira e diz: “a espera é de 30 minutos”. Ou então entra no metrô ou no ônibus, e as pessoas que estão nos assentos preferenciais fazem que não te veem – ou pior, fingem que estão dormindo!!! Ninguém merece. Outra situação típica: no supermercado, a fila é para gestantes, mas sempre tem uns três ou quatro fulanos que aproveitam que não tem nenhuma grávida e vão passando as comprinhas. Na hora em que você chega, ninguém se mexe, nem o caixa, para pedir que você passe na frente… Se você é do tipo tímida, que não quer incomodar os outros, tem vergonha de exigir que respeitem seus direitos, fica lá, e pé, esperando, esperando, esperando… Quer saber? É lei: grávida não espera em fila; passa na frente e pronto. A única coisa que gestante tem de esperar é o próprio filho. O atendimento preferencial é obrigatório por lei a mulheres com crianças de colo ou grávidas em bancos, supermercados, meios de transporte coletivo… Nem precisa andar com seu teste positivo na bolsa, não. A lei não define de quanto tempo a mulher tem de estar grávida, pode ser uma semana ou nove meses. E o estabelecimento não pode pedir o comprovante de que ela esteja grávida.

O que diz a lei e como reclamar os seus direitos

* A lei federal dá noções gerais e fica por conta do bom senso da grávida e dos responsáveis pelo estabelecimento para botar ordem na casa e fazer valer o direito de atendimento preferencial da gestante ou da mulher com criança de colo.

* A lei não define qual é a idade de uma criança de colo nem qual é o período de gestação que dá direito ao atendimento prioritário que é válido em bancos, supermercados e meios de transporte coletivo. Em caso de desrespeito do direito, a parte lesada (ou seja, a grávida que não teve seus direitos atendidos) pode chamar a polícia, fazer um boletim de ocorrência e entrar com uma ação no juizado cível, pedindo uma indenização ao estabelecimento onde ocorreu o incidente.

* O PROCON faz a “ponte” entre o consumidor e as autoridades que podem tomar as medidas necessárias. O órgão também pode verificar a presença de sinalização que ateste esse atendimento prioritário. “Como é uma coisa que acontece ali na hora, é difícil pegar a situação quando está acontecendo. Se a pessoa abre um boletim de ocorrência, ela tem o relato oficial de que aquilo aconteceu”, explica a assistente de direção do PROCON São Paulo, Adriana Cristina Pereira.

* No caso de o incidente ter acontecido na fila do banco, o consumidor pode fazer também uma ocorrência na ouvidoria da instituição financeira ou do Banco Central, que é responsável por centralizar a fiscalização das instituições financeiras.

* Como se trata de uma infração com vários desdobramentos, o consumidor é quem escolhe como proceder. Ele pode dar queixa no Ministério Público, no PROCON, na polícia ou nos três lugares. Cada um desses órgãos responde no âmbito que lhe cabe da reclamação. Pode ser que a pessoa não consiga uma indenização, mas pode conseguir uma tutela coletiva, por exemplo, abrindo precedente para que casos futuros, com outras pessoas, sejam evitados. Portanto, se isso já aconteceu com você, entre em contato com o PROCON pelo telefone 151 e defenda seus direitos.

Consultoria: Adriana Cristina Pereira, Abgail e Custódio, assistente de direção do PROCON são Paulo

Advertisements
This entry was posted in GO, Gravidez. Bookmark the permalink.

4 Responses to Fazer grávida esperar.

  1. Pati says:

    Realmente, parece que a paciência vai diminuindo conforme a barriga cresce.E tem que se impor mesmo, adorei esses informes embasados na lei, tem muita gente que mofa e não exige coisas que são direitos e não favor!Beijos!

  2. Bia says:

    Bah, e é chato mesmo ter que esperar! Que pessoal sem noção esse do consultório!Eu fiz amizade com a secretária do meu GO, e combinamos que ela me liga quando houverem apenas 2 pessoas na espera, para que eu não tenha que esperar muito, pois já é fato que o horário é só simbólico…Legal o post, beijos!

  3. Mariii says:

    As pessoas não entendem uma coisa, quando eu estava com menos de 12 semanas não queria ficar de pé muito tempo com medo de acontecer alguma coisa, pq e a fase mais critica… elas acaham que gravida so e gravida quando tem barrigao, mas a partir do momento que temos nosso positivo, qualquer esforço é esforço, e devemos ser repeitadas!!!ótimo postbjsssss e me ensina esta tecnica budista pq eu nao consigo hahaha

  4. * SOL * says:

    Nossa relamente, vc teve muita paciência eu já não sei se aguentaria sair de boa, mais melhor assim pra vc não se chatear ainda mais, fica esperta pra que isso não se torne comum, pq como passar das semanas a paciência vai diminuindo pq o cansaço vai aumentando, gostei muito da materia tambem*** BJUS

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s