Estar alegre é mais importante que ser feliz.

Todo mundo diz que o ano passa depressa. Que os dias passam depressa. Os meses.

Isso me dá um medinho, sabe. Fico feliz porque, há pouco mais de um ano, eu mudei totalmente meus conceitos. Acho chato, pra não dizer feio, quem diz que “não tem tempo”. Oras, atualmente, quem tem? Todo mundo tem uma vida corrida pra caramba, tem que correr atrás do seu etc. Isso não é privilégio de ninguém. Não quer dizer que você é melhor porque é mais ocupado.

Pra mim, é justamente o contrário. Ser ocupado é o normal. Ter um zilhão de coisas para fazer e, ainda assim, conseguir se organizar pra ter tempo para os amigos, seus sonhos, sua casa, sua família, ou mesmo tempo pra fazer absolutamente nada… isso sim, pra mim, é mágico, diferente, e faz de você uma pessoa especial.

Eu percebi que você, muitas vezes, precisa se forçar a fazer algumas coisas. Não ficar deixando pra depois. Acordar naquele sábado um pouquinho mais cedo e ir até a feira, comprar frutas fresquinhas. Abrir as janelas de casa, sentir o vento. Ouvir música. Cantar. Curtir a água enquanto lava a louça. Alegrar a vida. Isso é tão verão, pra mim.

O que eu mais aprendi, não no último ano, mas pego desde a época que eu citei… talvez novembro de 2008, foi que:

  • tempo é a gente que faz;
  • se você quiser dormir até mais tarde num dia, o mundo não vai acabar;
  • ficar sem fazer nada não é coisa de gente desocupada;
  • cuidar da casa também não;
  • ler muitos livros torna qualquer um melhor;
  • escrever faz bem;
  • pintar leva a outro tempo;
  • desligar as luzes e estudar à luz de velas é o melhor calmante;
  • tratar bem só quem te trata bem não custa nada e faz toda a diferença;
  • festinhas e encontrinhos movem a vida;
  • fazer as coisas com calma é a única maneira certa;
  • confiar no seu instinto sempre será a melhor escolha;
  • comprar menos e comprar melhor torna tudo melhor;
  • aproveitar mais o que já se tem em casa é um valor;
  • ver toda situação como uma forma de aprendizado;
  • é fundamental ter paciência e exercitá-la;
  • é importante valorizar o que se sabe fazer;
  • é importante saber divulgar as coisas certas;
  • é importante respeitar as pessoas, todas elas;
  • é importante fazer o possível em nome da paz;
  • é importante deixar o pedaço maior para a outra pessoa;
  • é importante servir os outros primeiro;
  • é importante se preocupar e se interessar verdadeiramente pelos outros;
  • humildade faz toda a diferença;
  • a felicidade não é o objetivo, mas o caminho;
  • estar alegre é mais importante que ser feliz.

“Simplicidade, simplicidade, simplicidade! Tenha dois ou três afazeres e não cem ou mil; em vez de um milhão, conte meia dúzia… No meio desse mar agitado da vida civilizada há tantas nuvens, tempestades, areias movediças e mil e um itens a considerar, que o ser humano tem que se orientar – se ele não afundar e definitivamente acabar não fazendo sua parte – por uma técnica simples de previsão, além de ser um grande calculista para ter sucesso. Simplifique, simplifique.” – Henry Thoreau

E tenho um orgulho enorme de dizer que meus dias, meus meses e meus anos passam bem devagar, obrigada.

This entry was posted in Nostalgia. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s