Algumas dicas da Encantadora de Bebês.

Aqui estou novamente, porque dormir virou uma coisa extremamente difícil, e só consigo quando estou exausta. Deitar sem sono na cama pra tentar dormir, como eu fazia antes de engravidar, não dá. Começa a doer a coluna, fico com falta de ar e, nos piores casos, com dor de cabeça. Então evito esse estresse indo dormir somente quando dá vontade. Podem falar o que for, mas quero aproveitar meus últimos três meses podendo escolher o horário em que vou dormir.

Queria escrever sobre o que tenho lido no livro da Encantadora de Bebês. Ele é um livro pra ficar na cabeceira o tempo todo mesmo, pra pegar toda hora e dar uma relida. Sempre fico contente por ler um livro certa na hora certa. Isso acontece com vocês também? É uma sincronia incrível que acontece na vida. Mas enfim, esse livro veio no momento certo e eu me sinto outra pessoa depois de tê-lo lido. Pulei algumas partes que não me dizem respeito, mas o principal eu já li e todos os dias abro em um capítulo e leio de novo. Porque é tão útil.

Também já gostei dela de cara porque ela incorpora diversos preceitos budistas nas suas técnicas, e isso nunca pode ser ruim. Ela fala do conceito de “estado de consciência” aplicado à maternidade e isso é muito bacana.

Vou postar aqui os principais conceitos que eu aprendi lendo o que essa santa diz:

* Bebês são pessoas e merecem respeito. Seu filho não é só um bebê, ele tem nome. Chame-o pelo nome desde a gravidez e trate-o como indivíduo. Isso faz uma enorme diferença no modo como ele vai crescer de forma independente, mas respeitando você.

* Quando o bebê chegar, explique a ele tudo o que está rolando. Não chegue puxando as pernas dele pra cima pra trocar as fraldas – diga o que vai fazer. Hoje a gente acha que os bebês não entendem o que a gente fala, mas futuramente descobrem que eles entendiam tudo e você vai ficar com cara de besta. Então trate-o com respeito e explique tudo. É uma forma de estimular a conversa também e ir familiarizando-o com o vocabulário.

* Quando conversar com ele, estabeleça um diálogo. Pergunte coisas. Quando terminar de trocá-lo, diga: “você está se sentindo bem melhor agora que está sequinho e limpinho, não é?”. Tudo de forma carinhosa, é claro.

* Ter uma rotina é fundamental. E ter uma rotina não significa ser rígido ou deixar de lado a flexibilidade. Signica apenas organizar seu dia e o dia do bebê para que ele saiba o que esperar, se sinta seguro dentro de uma determinada estrutura. A sequência que ela recomenda é comer (mamar), fazer alguma atividade (passear, trocar fralda, dar banho) e dormir. Você faz as suas coisas enquanto ele dorme.

* Seguindo uma rotina, você dará a última mamada, chamada “mamada dos sonhos”, antes de você dormir a noite toda e ele acordará junto com você. É um método de eficiência comprovada e que eu espero conseguir desde o quarto dia em casa, quando ela diz que já pode funcionar.

* Ela apresenta uma tabela sensacional de “coisas pelas quais os bebês choram, o que quer dizer e o que fazer”. Eu achei genial. Ela diz que muitos pais socam a chupeta ou o peito na boca do bebê ou simplesmente o pegam no colo, o que não é sempre a atitude correta e pode gerar diversos vícios difíceis de tirar depois.

* A importância de não se desesperar, parar e ouvir seu bebê, pra tomar a atitude correta.

* Bebês são verdadeiros anjinhos nos três primeiros dias de vida (na maioria dos casos). Dormem bastante, ficam quietinhos. A personalidade do bebê começa a se manifestar só depois disso. Ela os classifica em alguns tipos, explica como são e como lidar. Pode parecer limitador, mas não é. É prático.

* É importante ter um diário para registrar a rotina do bebê e seus progressos. Além de ser uma ferramenta útil, no futuro será uma deliciosa recordação.

* Ter calma é fundamental. Se não for por você, que seja pelo bebê, que reage melhor a movimentos suaves, simples e lentos. Esse é o ritmo natural deles que deve ser respeitado. A atitude tranquila só beneficia a todos.

Dicas para o primeiro dia em casa – a chegada do bebê

* Quanto mais você se organizar antes do bebê nascer, melhor. Não deixe nada para a última hora ou para providenciar depois. Isso inclui lavar a roupa de cama, deixar tudo à mão, abrir a embalagem de algodão, deixar comidas prontas no freezer e coisas do tipo. Também incluiria conversar com seu esposo e com quem mais morar com você como serão as coisas quando chegarem, pra não ter que perder tempo explicando.

* Você estará confusa, com medo e dolorida, então procure relaxar. Quando passar pela porta da sua casa, respire fundo e seja natural. Aceite a situação difícil e encare como um desafio em sua vida que você irá superar com força e companheirismo.

* Se você tem cães, apresente o bebê antes de entrar em casa, pois mesmo os mais mansos são muito territoriais. O ideal, inclusive, é levar para casa um cobertor ou fralda do hospital, para acostumá-lo ao cheiro do bebê.

* Ao entrar, faça um tour com o bebê, mostrando a ele onde vocês moram e explicando cada cômodo, tipo “esta é a cozinha, onde o papai e a mamãe fazem comida”. Ela sempre foca na coisa de tratar o bebê com respeito desde o início. Além do que, segundo ela, esse tour vai te relaxar um pouco. Lembre-se também que o bebê já conhece sua voz e seu cheiro, então para ele tudo é uma experiência nova e boa. Enquanto faz isso, peça para alguém preparar um chá de camomila pra você.

* Convença todos os conhecidos, exceto parentes e amigos mais próximos, de não visitarem a sua casa nos primeiros dias. Se mora com outras pessoas que estão ansiosas para ajudar, diga que aceita sim toda a ajuda necessária, mas que gostaria de aprender algumas coisas sozinha. Seja firme nesse ponto, pois é realmente importante para o relacionamento do bebê com os pais. Ele está desorientado e precisa de calma para entrar na rotina da amamentação, do descanso etc.

* Seu bebê percorreu um caminho longo e confuso até chegar em casa. Primeiro, ele saiu do seu útero e não entende direito o que está acontecendo, mas pelo menos a voz da mamãe o conforta. Segundo, aqui fora existe uma interação efetiva e ele está meio em choque com isso. Depois de alguns dias no berçário claro, com ar condicionado, pessoas estranhas e outros bebês, ele está cansado. É uma grande atividade, depois de tudo, sair desse lugar e ir para outro de novo. Aproveite então para dar um banho quentinho e gostoso pela primeira vez na sua nova casa. Examine todo o seu corpo, cada dedinho. Estabeleça uma união. Depois, amamente-o. Você verá como ele ficará mais sonolento. Comece a afastá-lo lentamente de seu corpo e deixe que ele durma no berço ou no carrinho. Diminua a luz. Mesmo que o bebê esteja acordado, ele está cansado, é fato. Não fiquem conversando em volta. Se não quiser sair do quarto, fiquem quietinhos, sem entrar no campo de visão dele. Ele vai adormecer.

* Vá devagar. Tendo feito cesárea ou parto normal, você estará cansada e cheia de coisas pra fazer. Concentre-se no bebê, depois no que for urgente, e todo o resto pode ficar para depois. Estabeleça prioridades e faça poucas coisas. Você precisa descansar. Isso é muito difícil e a maioria das mamães quebram essa regra – e se arrependem depois. Por isso, descanse. Quando o bebê estiver dormindo pela primeira vez, faça coisas leves. Talvez você queira tomar um banho ou tirar uma soneca. Ouça o que seu corpo diz. Isso é tudo o que você precisa fazer até pegar o ritmo. Se estiver agitada, pegue um bloco de notas e faça uma lista de tudo o que precisa fazer. Tirando da sua mente e mantendo a informação em um local seguro, talvez você consiga relaxar.

* Dar uma dormidinha rápida é fundamental e infinitamente mais urgente que desfazer as malas, telefonar pra quem quer que seja ou percorrer a casa verificando o que precisa fazer. Mesmo que você não se sinta imediatamente exausta, seu corpo passou por um baque e precisa descansar. Ela diz: “quando o bebê dorme, querida, aproveite”. Ela diz que a natureza é tão perfeita que faz com que o bebê durma bastante nos primeiros dias justamente para a mãe dormir e se recuperar também. Então não desperdice isso.

Cronograma do E.A.S.Y.

E = eating (comer) – de 25 a 40 minutos
A = activity (atividade) – 45 minutos
S = sleep (dormir) – 15 minutos até dormir, depois soninho de 30 a 60 minutos
Y = you (você) – 1 hora ou mais, enquanto ele estiver dormindo

“Todos os bebês são diferentes, mas desde o nascimento até os 3 meses, a rotina é praticamente a mesma.”

Gente, eu me sinto estudando para o concurso da Receita Federal, lendo tanto sobre bebês.

This entry was posted in Encantadora de bebês, Maternidade. Bookmark the permalink.

5 Responses to Algumas dicas da Encantadora de Bebês.

  1. Uau… me interessei mesmo pelo livor. AScho que vou compra-lo também! Obrigada pelas dicas, sempre muito preciosas!Bj

  2. Nós 3! says:

    Uau! Adorei este livro também!!Vou comprar!Bjos

  3. Thais says:

    tem 2 livros dela. o azul (o que eu comprei, para bebês RN até 3 meses) e o rosa (para beb~es maiores). ;D

  4. Aline B. says:

    Querida, conheci seu blog através de um post, aliás bem espirituoso no E-family.Também sou mamãe de primeira viagem e a Sophia deve vir já no carnaval.Já li várias coisas legais aqui no seu blog.Mas, adorei este seu post resumo sobre o livro da Tracy Hogg, porque eu comprei os dois livros e, confesso, não tive a menor paciência para ler tudo. Não sei por quê. Vou tentar ler mais uma vez pq sei que ele tem informações valiosíssimas, mas se vc quiser continuar colocando estes resumos de coisas importantes eu vou adorar….rs…

  5. Luisa says:

    Alô Galera,daqui uma mãe desesperada de Portugal!Já vi vários post sobre o livro da Tracy Hogg, e aqui não está à venda muito menos em português, será que alguma de vocês consegue me indicar um local onde possa baixar o livro na net?Aqui fica o meu endereço para quem me puder ajudar! :)))Obrigadafelicidades para todas!luisaluisamellofaro@gmail.com

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s