Expectativas.

Uma das coisas que eu mais li e ouvi durante a gravidez, e que guardo como um conselho valioso, é a seguinte: não idealize.

(Sim, eu sei, são quase 4 da manhã, mas eu não consigo dormir com esse calor, então resolvi passar o tempo mudando o layout do blog e filosofando a respeito das expectativas.)

Por exemplo, quero e vou amamentar. Sei que confiança e pensamento positivo são tudo nesse caso. Quero que meu bebê mame leite materno durante 6 meses exclusivamente. Quero que, com 8 meses, ele já esteja aceitando bem alimentos sólidos, pra que eu possa arranjar um emprego e deixá-lo com uma das avós.

Quero que o meu parto normal transcorra sem problemas. Não quero ouvir de ninguém que vou precisar fazer uma cesárea. Não quero ouvir da enfermeira que precisa dar leite artificial para o meu filho porque ainda não tenho leite.

Não quero visitas às 9 horas da manhã na maternidade. Não quero visitas que fiquem horas e não respeitem a hora de amamentar. Não quero visitas em casa no primeiro dia. Nem nos próximos 15 dias. Ou até a gente se adaptar direitinho.

Não quero me estressar com a falta de espaço. Não quero que ele chegue antes da hora. Não quero me atrapalhar com fralda caindo no chão enquanto ele está no meu colo. Não quero ouvir de ninguém que eu “só cuido dele”.

Quero que o Paul goste de tomar banho de balde e receber massagem. Que durma tranquilamente durante pelo menos um par de horas. Que não sofra com cólicas.

Quero serenidade para entender o que está acontecendo com ele. Quero saber escutar. Ter calma. Observar. Tomar a atitude certa. Não me desesperar quando ele estiver chorando muito.

Quero apoio incondicional do meu marido em tudo o que se refere à nossa família. Quero que ele se cuide mais, para não deixar a gente nunca.

O bom de todas essas coisas, é que, por enquanto, não há possibilidade de nenhuma delas não acontecer. Mas criar expectativas gera frustração, então as tenho, mas de leve, sem pirar (muito), porque tudo é feito de mudança, adaptação, conhecimento e respeito.

This entry was posted in Maternidade. Bookmark the permalink.

One Response to Expectativas.

  1. Mari O. says:

    Muito bom esse post. Eu criei muitas expectativas e me dei mal em muitas delas. A principal foi a amamentação, ele nunca ganhou peso, foi um custo, Banco de Leite, relactação, enfim, nada ajudou. Com 3 dias de vida ele largou o peito e nao queria mais por nada, eu sofria, chorava, passava 2h tirando leite com a bombinha pra sairem 40ml. Só consegui fazer ele mamar de novo usando bico de silicone e enganando-o o que era estranho pra mim, afinal acreditava que necessariamente um bebe teria que nascer gostando de mamar no peito, mas ele preferia o copinho com NAN que era dado pelas enfermeiras como complemento, ja que ele teve inidio de uma crise de hipoglicemia no hospital. E amamentar era quase que uma regra pra mim, eu nem comprei mamadeira pro enxoval, imagina minha decepção!!!! Com 3 meses meu leite secou e meus planos de amamentar foram por agua a baixo. Mas depois que eles estao aqui, ser mae se torna tao mais do que isso, que dar o peito ou a mamadeira é apenas um detalhe (embora no inicio seja difiiiicil pensar assim, sofri mto!!!). Hoje eu nao quero amamentar meu proximo filho exclusivo, pq vejo mais vantagem na introdução de outros alimentos. Nao acredito em amamentação exclusiva como pregam por ai. E o que me fez mudar esse pensamento foi a experiencia, coisa que é diferente pra uma e pra outra. Da mesma forma, conheço maes que amamentaram exclusivo na maior felicidade e que sao muito felizes assim e acham esse ser o melhor pro filho.O meu filho ama o balde, assim como conheço maes que tinham esse desejo na gravidez, mas o filho nao se adaptou.Claro que devemos sim planejar, sonhar, idealizar e desejar como voce faz. Isso é super saudavel até pq nao podemos ter um filho sem ter ideias em mente, porem é preciso fazer como voce disse, nao tornar usso uma paranoia, pq muitas coisas nao sao como desejamos e isso faz parte da maternidade.bjs

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s