Transição para a rotina 4x4h, mamadas noturnas e shantala.

Transição para a rotina 4x4h.
Paul está entrando no quarto mês e hoje foi o último dia atrasando em 15 minutos as mamadas. Para bem da verdade, ele estranhou um pouco no primeiro dia (só algumas vezes, também), mas nos últimos três, mesmo 15 minutos depois ele ainda não tinha fome. Teve um dia em que eu dormi com ele até mais tarde de manhã e passou meia hora da mamada dele, e ele estava de boa. Acho que vai ser tranquilo passá-lo para a rotina 4x4h. A partir de amanhã, começo a atrasar mais 15 minutos – totalizando meia hora. Ou seja: se ele mamava às 10h, agora mamará às 10h30. Veremos como ele reage. Se ficar com fome, volto para os 15 minutos mais alguns dias.

Importante frisar que passaremos em consulta dia 19 e muito provavelmente o pediatra pedirá que a gente já comece a introduzir algum alimento diferente na dieta dele, pois ele não está mais mamando leite materno. Amamentar exclusivamente só com leite materno até os seis meses é uma coisa – há nutrientes diferentes e o leite vai se adaptando às necessidades da criança. Agora, o leite artificial, sempre a mesma coisa, o mesmo gosto, os mesmos nutrientes, não dá pra manter exclusivo só leite até lá. Tem que introduzir novos nutrientes. Água, já comecei a dar (bem pouquinho, mais para ele não ficar ressecado mesmo). Acredito que ele peça para introduzir um suquinho de laranja lima, talvez, uma papinha de pêra, quem sabe. Na semana que vem eu conto para vocês. E, com outros alimentos, uma rotina 4x4h é suficiente para as mamadas.

Também é importante frisar que, apesar de a frequência das mamadas diminuir, a quantidade aumenta. Então, se ele mamava 120ml de 3 em 3h e agora começar a mamar 180ml de 4 em 4h, oras, está mamando até mais. Não sei se ele chega a 180ml nesse começo. Acredito que ele tome uns 160ml quando estabelecer a rotina 4x4h.

* * *

Atrasando a mamada noturna.
Hoje fazemos assim: ele mama às 19h15, toma banho às 20h e no máximo 20h30 já está dormindo. Esse é o horário dele e, se passa, ele até chora. Às 23h15, dou a mamada dos sonhos, com ele dormindo, e ele mama super bem (de 150 a 160ml). Se eu deixar, ele acorda por volta das 3h30 ou 4h para mamar de novo. Para evitar o elemento surpresa, eu acordo às 3h, faço o leitinho e dou uma segunda mamada dos sonhos. Com isso, ele vai até às 7h.

Propus a mim mesma continuar com isso até ele completar 3 meses, mas penso que talvez seja uma boa começar a atrasar 15 minutos por vez, como venho fazendo com as mamadas diurnas, até ele ir a noite toda. Vou tentar!

* * *

Hoje passei em um sebo (loja de livros usados) aqui perto e comprei um livro sobre shantala (massagem para bebês). Adoro o tema e nunca tinha encontrado um livro (barato) a respeito, então comprei por $15.

Trechos interessantes do que eu já andei lendo:

“(A massagem) É a forma como a mãe pode suavizar a percepção que o seu bebê pode ter do mundo exterior, da vida fora daquele templo sagrado onde ele foi gerado, e é também a forma de a mãe fazer com que se estabeleça firmemente entre ela e o seu bebê a mesma relação de confiança na nutrição que ela lhe dava enquanto no ventre. É a forma de o bebê sentir que, do lado de fora, está sendo suprido e mantido pela mesma energia que o supriu e manteve durante os nove meses iniciais da sua existência.”

“(…) não visa apenas reforçar elos maternais e paternais. Toda a saúde do bebê está vinculada à estimulação da sua sensibilidade. É cientificamente provado que bebês massageados por seus pais, até mesmo quando em estado grave, como internados em uma UTI, por exemplo, conseguem revigorar seus corpos, seus órgãos, seus meridianos e suas almas e, assim, resistirem e sobreviverem, tornando-se seres especialmente saudáveis, afetivamente seguros e com a auto-estima bastante desenvolvida.”

Paul simplesmente adora a massagem que dou depois do banho. Ele já espera pelo momento. Quando me vê esfregando as mãos, já abre um sorriso. E é realmente mágica a questão do toque – uma intimidade incrível. Daqueles momentos em que você sente uma conexão absurda com o seu filho.

* * *

Sei que tenho gasto horrores ultimamente com o Paul, mas tem algumas coisas que eu quero comprar que acredito serem necessidade nos próximos meses:

Babá eletrônica

Motivos: Muito antes de mudarmos de quarto e o Paul dormir sozinho, a babá eletrônica pode ser útil. Vou citar todas as possibilidades do momento: posso descer para lavar a louça, cozinhar, lavar roupa, arrumar o escritório, fazer faxina, subir e descer caixas, colocar o lixo pra fora etc. Hoje, dá pra fazer essas coisas levando-o junto. Quando ele dorme, se eu descer para a cozinha (moro em um sobrado), não escuto se ele chorar – muito menos se acontecer alguma coisa com ele (engasgar, por exemplo). Ter uma babá eletrônica me deixaria absurdamente mais tranquila e eu também conseguiria fazer outras coisas enquanto ele está dormindo ou mesmo brincando sozinho. Outro exemplo: suponhamos que eu receba a visita de algumas amigas em casa, durante a semana à noite, e o Paul já está dormindo. A opção é elas ficarem no quarto conversando enquanto ele está dormindo. Será que ele vai ter um sono tranquilo? Óbvio que não, além de a gente ter que conversar super baixinho e tudo o mais. Se eu tiver uma babá eletrônica, podemos ficar na sala e eu fico tranquila com ele dormindo no quarto, quietinho. Também quando estamos o Ande e eu em casa, um precisa ficar por perto com ele dormindo enquanto o outro está lá embaixo fazendo a janta, lavando a louça etc. Não podemos descer os dois sozinhos. Enfim, mil e uma utilidades. E nem preciso dizer o quanto ela será útil quando ele estiver em seu próprio quarto, durante a madrugada.
Preço médio: Custa por volta de $150. A com vídeo não custa menos de $600, então é totalmente fora de cogitação. É a normal mesmo o objetivo.
Quanto tempo iremos usar: Até o Paul começar a falar, praticamente, ou até mais.
Modelos que estou comparando: 12.

Mini processador de alimentos 

Motivo: Para fazer papinhas.
Preço médio: R$80,00.
Quanto tempo iremos usar: Para sempre. Depois da fase das papinhas, continuarei usando normalmente na cozinha.
Modelo: 1. Certamente compensa comprar esse mini porque ele é muito mais barato e garante que eu farei só papinhas frescas.

 Frigobar  

Motivos: Ok, item de luxo, alguns podem pensar. Mas moramos com a minha avó, e ela usa a geladeira inteira só para ela. Ela trabalha a semana toda e costuma fazer bastante comida, para não precisar cozinhar todos os dias (ela não gosta da minha comida, haha). E a ideia era deixar o frigobar aqui em cima, num dos quartos, só para as coisinhas do Paul: frutinhas cortadas, iogurte, água e afins. Claro que não é para agora, mas acho interessante já ter quando ele completar 6 meses. É como se fosse uma geladeira só para a gente, então acho válido.
Preço médio: R$700,00.
Quanto tempo iremos usar: Para sempre.
Modelo: 1.

Cadeirão 

Motivos: Ele vai precisar comer em algum lugar. A ideia é comprar aquela cadeira que se adapta a qualquer mesa, que é o máximo, mas daí só dá pra usar na mesa. E se eu quiser deixar no quarto dele? Precisa do cadeirão. Não sei, ainda estou pesquisando. Não dá para comprar as duas coisas, pois o cadeirão custa caro (“menos que o tapete de atividades”, já ouço a minha avó dizer).
Preço médio: R$200,00.
Quanto tempo iremos usar: Até ele começar a sentar na mesa. Não sei quanto tempo é, exatamente, mas chuto uns dois anos (mamães de filhos mais velhos, por favor, confirmem).
Modelos: Ainda não comecei a pesquisar.

Continuo comprando um pacote de Pampers Total Confort G a cada 15 dias para ir fazendo estoque. Fiz isso com as Ms e agora não preciso mais comprar (e o Paul ainda está usando a P da Pampers Total Confort).

‘Bora economizar mais. Se bem que só gasto meu dinheiro com ele mesmo, então…

This entry was posted in 2 meses, Alimentação, Atividades, Encantadora de bebês, Produtinhos, Rotina, Sono. Bookmark the permalink.

13 Responses to Transição para a rotina 4x4h, mamadas noturnas e shantala.

  1. Amanda says:

    Ótima listinha d necessidades, tirando o frigobar os outros itens tem tb na minha chamada "futuros sonhos de consumo rs" …Ah minha mãe tem este processador é prático mesmo, tritura até pensamento… mas acho mais prático o mixer – aquele de mão… mas depende da sua necessidade né?Bjs

  2. Camila says:

    Eu, como vc, também moro em sobrando e comprei a babá eletronica pensando nessas coisas que vc disse! Temos que ter liberdade para fazer o que precisamos sem precisar ficar carregando o bebe pra cima e pra baixo né? Acho que as vezes deve até irritar o bebe isso.Eu comprei a minha com video pq sou neurotica, mas comprei na amazon e pedi pro meu primo q mora lá me mandar. No fim das contas paguei um pouco mais caro só. Foi 120 dolares o modelo que eu escolhi e mais 30 de correio. BEM menos do que comprar uma de video aqui!

  3. Oi,sobre o cadeirão: comprei uma de madeira na tok stok (country cadeira alta infantil, custa uns R$ 240,00) porque não gosto destas cheias de motivos infantis. Alice usou até ano passado: quatro anos. Na casa da minha sogra tem uma, também de madeira feita por um tio, Alice usou no domingo passado. Usamos a cadeira sem a bandeja, como mais uma cadeira da mesa. Ela hoje come na cadeira normal com almofada porque não QUER mais usar o cadeirão aqui… Então o uso é grande se não for muito "de bebezinho", pq precisa aguentar o tranco de 20 kg e quando eles crescem, querem dizer que são mocinhos, então não sei o uso deste tipo aí da foto.sobre o processador: não tenho, já tive, mas não usava para fazer papa – eu simplesmente amassava com um garfo. se atente para que as papas não sejam muito liquidificadas os alimentos e que você possa ir evoluindo da consistência pastosa à grumosa, assim Paul pode exercitar a língua e os músculos da face e, desta forma, treinar uma melhor mastigação. Fiz um post que toca neste assunto, em função das questões de Alice em relação à troca de fonemas. Tive estes cuidados quando ela era bebê, mas depois cometi o erro de cortar os alimentos muito pequenos…A babá é fundamental, usei por muito tempo (até uns três anos): quando tinha festas na casa da avó (dois andares e um super jardim), eu podia curtir tranquila, ficar no jardim, enquanto ela dormia no quarto. Ensinei que ela devia me chamar pela babá caso acordasse, antes de descer as escadas cambaleando… Era um tal de "mamãe, acordei!"vixe, escrevi muito – espero que ajude!abraços

  4. Thais Bessa says:

    Destes itens a babá é a mais fundamental mesmo, muito muito muito útil. A minha é quase uma parte do meu corpo, e olha que eu moro em um apartamento micro. Mas não confio ir pra sala sem ela. Para as papinhas no começo vou comprar um mixer mesmo, acho mais prático e barato. Como a Mariana falou aqui em cima, em pouco tempo a papainha tem que deixar de ser tão líquida. Pra falar a verdade, eu acho que não vou dar papinha caseira 100% do tempo não. Podem me apedrejar, mas é que aqui as papinhas são muito baratas, uma coisa ridícula de centavos e tem as marcas orgânicas, sem conservantes, sem adição de nada, então acho que compensa alternar pra ela se acostumar com diferentes sabores.A cadeira eu comprei só a de clipar na mesa (essa aqui: http://www.mothercare.com/Chicco-360-degree-table-seat/dp/B0030G6IE8/sr=1-14/qid=1279008994/ref=sr_1_14/279-0070408-5538157?_encoding=UTF8&m=A2LBKNDJ2KZUGQ&n=42773041&mcb=core) A gente quer que ela sempre coma sentada à mesa com a família, não gosto daquela história de sair correndo atrás de menino com prato na mão e acho que deve ser igual dormir, sempre no mesmo lugar pra gerar o hábito. Essa cadeirinha vai até 3 anos e é boa porque podemos levar pra restaurante, casa dos outros, etc. Depois da cadeirinha vou colocar ela no booster seat, que vc coloca em qualquer cadeira normal pra cirança ficar mais alta e sentar à mesa também. Cadeirão eu também não quis porque aqui em casa é pequeno demais, nem tem mais onde enfiar tanta tralha.Ah, se vc já vai começar com alimentação, vai ter outros gastos: pratinhos, tigelas, colherzinha de silicone, potinho se vc quiser congelar papinhas e uma ou duas mamadeirinhas só pra suquinho. São tantas coisinhas que eu fui comprando desde o mês passado pra distribuir. Ainda bem que a avó do Ben deu a cadeirinha e outras coisas, hohoho. Queria começar com alimentos com 6 meses, mas acho que vou acabar começando um pouco antes.Bjos

  5. Fabiana says:

    Adorei esse post.Por aqui estamos agora no esquema 2h30 X 2h30 mas acredito que já, já iremos para 3h x 3h. Laura não está mamando como antes. Sempre deixa leite na mamadeira.Qto à babá eletrônica, eu acho um excelente investimento.Agora o que eu gostei MESMO desse post foi o assunto da massagem. Agora que Laura está bem firminha e reagindo bem a estímulos, estou querendo começar a massagem. Vi que vc faz depois do banho. Mas onde? Vc coloca a fraldinha e faz em cima da cama? E ele não passa frio, não chora? Pq a Laurinha chora depois do banho. Pensei em fazer antes do banho, pra finalizar a massagem com a água quentinha da banheira. E tb vou aplicar as técnicas da Shantalla, que aprendi no curso de gestante. Vou começar e depois de falo.Tb quero um mini processador desses. Adorei a idéia. Muuuuito mais prático do que aqueles grandões cheios de facas que a gente quase nunca usa. Rsrsrsrs.E o cadeirão, provavelmente vou comprar um desses aí. Aqui em casa, a mesa da cozinha é de vidro e não dá pra colocar aquelas que “grudam” na mesa.Bjão.

  6. Thais says:

    fabiana, no primeiro mês, não fiz massagem justamente porque ele passava muito frio depois do banho. comecei a fazer só depois dos 2 meses. eu dou depois do banho, porque ele está quentinho, mas tem gente que dá antes! é preferência mesmo.

  7. Quanto ao cadeirão, pode ficar tranquila que o Paul já vai ganhar, só falar pra quando irá precisar (caso seja de urgência)…mas acho cedo pra iniciar sólidos…mesmo ele tomando só LA…o leite (independente de ser ou não materno) é o alimento mais importante para o bebê até 1 ano de vida…com 4 meses de idade o estômago dele ainda é pequenino demais (conforme já li em muitos lugares)…olha eu mais uma vez metendo o bedelho,rsrsrs, mas é o que eu acho tá, só isso…O Lennon nunca teve paciência para massagens, ele é muito agitado,rs…

  8. Ai ai, eu sempre quis uma babá eletrônica!Mas acho que no meu caso nem compensa mais, ele vai mudar pro quarto dele com 2 aninhos, e nosso apertamento é tão pequeno que se ele espirrar eu vou ouvir do meu quarto…rsrs..ai meu Deus, ta passando tão rápido…no começo do ano já vou ter que providenciar isso, ele já não ta cabendo mais no berço..rs

  9. sobre o cadeirãoacho que usa até bem mais que 2 anos viu Thais? Pois o apoio do prato é removível, então fica no nível da mesa certinho pra quando ele for comer na mesa com os pais…pois a cadeira convencional é muito baixa pra crianças, acredito que ele vai usar até uns 3 anos ou mais…O Lennon adora a dele..quando é hora de comer ele já sabe, tenta subir sozinho no cadeirão..rs sem contar que é uma maravilha para as mães, pois não tem que ficar indo atrás da criança pra dar comida…rs

  10. Nossa, fiquei doida por esse mini processador, vou providenciar urgente!!Sobre o cadeirão, acho muito necessário, tô a procura de uma já, achei por 115 no site da americanas, e é da burigoto, depois vê lá, é bem em conta!!!Tô querendo iniciar sólidos lá pelos 3 meses e meio, pois vou voltar a estudar, vamos ver o que a pediatra fala!!E vou começar a dar água tmb, pois ele esta mamando cada vez menos no peito!!A babá eletrônica é um ótimo investimento, eu não tenho porque a casa é pequena e tudo é pertinho, mas se fosse maior eu teria com certeza! Dá uma olhadinha em alguns perfis de venda no orkut, tem gente que vende usada por até 50 reais, ou no mercado livre!!Bjoos

  11. Thais, se não for te pedir muito..me pra mim como é esse negoço de mamadas dos sonhos!!beijos

  12. Thais says:

    Agnes, mamada dos sonhos é amamentar o bebê sem acordá-lo, para que ele não quebre o ciclo do sono mas continue alimentado, aguentando mais tempo até acordar. Isso o ajuda a manter o sono e a se acostumar a dormir mais horas seguidas.

  13. Oi Thais!!Uma dúvida, a transição de 4×4 você começou com 2 meses? Eu estou com essa dúvida pois percebo que talvez precise mudar também a rotina do Lucas. Ele não tem mamado bem (cerca de 80ml) a cada 3h. Ele também não chora de fome… Será que é hora de fazer a transição também?Aqui estamos em um momento dificil.. Ele não dorme bem, nào come bem, está choroso… Hoje mesmo estou acordada desde as 02:30… afffBeijo!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s