Dormindo a noite inteira, com percalços.

Há dois dias, Paul vinha dormindo a noite inteira. Inteira mesmo: tomava banho às 19h, mamava às 20h, dormia às 20h30, eu dava a mamada dos sonhos entre 23h e meia-noite e ele acordava só às 7h. Só que duas coisas foram responsáveis: apaguei a luz (em vez de deixar o abajour ligado) e ele dormiu na cama comigo. No primeiro dia que isso aconteceu, foi porque eu estava com uma dor de cabeça tão pavorosa, que tinha vontade de chorar. Fiquei com medo de dormir muito pesado e não escutar se acontecesse alguma coisa com ele, então o coloquei para dormir na cama. Acordou às 7h. No dia seguinte, Ande foi tocar e ficamos só nós dois aqui. Mais uma vez, fiz tudo direitinho e ele dormiu comigo. Eu acordei às 3h33 (psicológico dos infernos alterado por filmes de terror), e ele foi direto. Acordou às 7h super de bom-humor, mas daí ficou tudo diferente.

Primeiro, porque depois de mamar às 7h, nós dormimos de novo na sequência (das 8h às 10h). Eu não gosto de dormir assim de novo quando acordo, pois parece que eu dormi só essas duas horinhas e acordo meio enjoada. Prefiro acordar às 7h mesmo, mas é que estava com preguiça, vejam bem. Segundo, durante o resto do dia ele ficou numa manha impressionante, que nunca tinha ficado. Lá pelas 11h, eu o deixei na cadeirinha lá na sala brincando com a minha avó, pra poder fazer uma mini-faxina no quarto sem ele ter que respirar poeira. Agora ele tem a mania de fazer força para levantar, e minha avó o ajudou a ficar sentadinho na ponta da cadeirinha. Até aí, tudo bem. Só que, quando ela colocou ele encostado de volta, ele simplesmente começou a chorar muito. Muito mesmo, de prender a respiração. Não quis o leite dele (tomou coisa de 70ml com muito esforço) e não parava de chorar. Achei que ele estivesse com dor, sei lá, então o peguei no colo e fiz a prova de fogo, que é levá-lo para a rua (a solução que sempre dá certo quando o bebê não tem dor). Pois bem. Pisei na calçada, ele parou de chorar imediatamente e começou a rir. Dor coisa nenhuma. Meu menino quer é ficar de pé indo pra balada. Não quer mais saber de cadeirinha, vovó e mamãe trabalhando no computador enquanto ele brinca no chão. E olha que eu não fico o dia inteiro com ele aqui não. Todos os dias saio para algum lugar, passeio com ele. Ele quer agito!

Mas enfim, de qualquer forma, ele ficou choroso o resto do dia e não tirou nenhuma soneca direito. Acordava depois de meia hora e não dormia de novo de jeito nenhum. Foi bem difícil. Além do que, depois de não ter tomado o leitinho direito às 10h30, bagunçou o horário de todas as mamadas, porque antes das 13h ele já estava morrendo de fome. Então fui lá, dei a mamadeira e ele tomou pouco de novo. Ficou assim o dia todo. Às 16h, chorava de ficar vermelho, e eu sem entender o que estava acontecendo. Eu mesma já estava exausta. Coloquei-o deitado no meu colo (de bruços) e assim ficamos, até ele pegar no sono em meia hora. Foi se acalmando aos poucos. Como ele tinha mamado bem pouquinho às 16h, perto das 18h acordou chorando de novo, com fome. Olha, bem difícil. Suspeito de pico de crescimento, mas ele não estava mamando muito quando eu dava a mamadeira. Acho que simplesmente estava mais enjoadinho mesmo. Não sei se por dormir demais, vai saber. Só sei que ele não tirou nenhuma soneca direito o dia inteiro. Dei um pouco de leite às 18h, com o objetivo de dar mais às 20h, cumprindo o ritual do sono completo, e pelo menos assim as coisas pareceram entrar nos eixos. Às 19h dei banho, fiz tudo igual. Ande deu a mamadeira às 20h enquanto eu estava fazendo a janta (e ele mamou bem pouco de novo, o que me deu a certeza de que ele acordaria de madrugada). Ele demorou demais para dormir. Se contorceu depois que eu o enrolei – coisa que nunca tinha feito. Ficou no meu colo um tempão (e eu sentada na cama), olhando para a minha cara, os olhos semi-abertos, e segurando na gola da minha blusa. Estava muuuito manhoso. Ficou lá um tempão, até eu perceber que ele não ia dormir daquele jeito, então tentei enrolá-lo de novo e o coloquei no berço. Depois de pegar a chupeta umas quatro vezes, ele ficou beeem quietinho e foi adormecendo sozinho. Eu ali do lado, lendo na cama, só de olho nele. Se tem uma coisa que eu realmente acho o máximo nele é o fato de ele conseguir dormir sozinho no berço, quando está com sono. Então, lá pelas 21h, ele dormiu. Capotou legal, de ficar com a boca aberta e tudo, haha.

Às 23h, cravadas, dei a mamada dos sonhos, com medo que ele acordasse, se eu esperasse mais. Não quis colocá-lo para dormir na cama e, com isso, o Ande não quis que apagássemos a luz (estamos naquela fase de ficar com medo que ele vire de bruços durante a noite). Somado ao fato de ele ter mamado pouco, eu já esperava que ele acordasse mais cedo, com isso tudo. Acordei de novo sozinha às 3h33 (zzz), e o Paul às 4h, resmungando. Dei a chupeta e ele ficou até às 5h, quando não aguentei e o coloquei na cama conosco, porque não queria ficar levantando pra colocar de volta a chupeta que caía. Ele resmungou demaaaais, e eu com sono, sem saber se era porque tínhamos tirado ele do berço, ou se porque, quando eu o peguei, ele achou que fosse tomar o leite dele e ficou irritado com a manipulação. Eu pensei: “vou esperar ele se acalmar para ver se é fome ou se só está irritado mesmo”. Então ele se acalmou e dormiu. Às 6h30, acordou de vez e tomou a mamadeira inteira (150ml) como há muito não fazia. Eu, que tinha dormido bem nos dois dias anteriores, acordei um trapo. Troquei a fralda dele, que estava sonolento (porque acordou antes do tempo dele também), e em pouco tempo ele pegou no sono de novo. Eu também dormi. Acordamos às 9h. Ele vai mamar daqui a pouco e então veremos como serão as coisas. Pelo menos eu acordei um pouco mais descansada, diferente de ontem.

O lado bom, ao meu ver, é que ele já aguenta dormir a noite inteira sem precisar mamar. Da meia-noite às 7h é um looongo caminho. E ele dorme. Não me importo que a mamada dos sonhos seja depois das 23h, porque estou acordada esse horário mesmo. Vou tentar hoje de novo, e amanhã eu conto. Acho que tudo é fruto da transição das mamadas, de ele ter dormido no escuro e com a gente. Não acho o ideal, mas por enquanto faremos assim. Para dormir no escuro, tem que ser com a gente. Morro de medo de ele virar de bruços e eu não ver, porque ele ainda não sabe virar de volta. E os índices de morte-súbita são enormes do terceiro para o quarto mês, que é onde estamos, então não, obrigada.

Sobre o pediatra, li que vocês também ficaram indignadas. Minha mãe insiste para que eu passe com a pediatra amiga dela, particular, que foi a pediatra que cuidou do Paul na maternidade e minha mãe conhece desde quando era criança. Ela foi a minha pediatra e é de confiança. Acho válido, mas queria encontrar um bom pediatra pelo convênio, para não ter que passar em particular. A Ju me disse que a pediatra dela adora a Tracy Hogg (*dies*), então vou ver direitinho como funciona o lance de reembolso e depois eu conto para vocês.

Estou lendo bastante sobre o início da alimentação com sólidos para bebês. Vou tentar ao máximo esperar ele completar 6 meses para introduzir, mesmo porque ele nasceu três semanas antes da data correta. Não é considerado prematuro, mas é quase um mês de diferença e acho que isso pode ter influência no seu desenvolvimento. Começando devagar aos 6 meses, dá para ter uma noção melhor. Portanto, nada de suquinhos também. Morro de medo de ele ficar alérgico a algum alimento, ou dar alguma reação no estômago imaturo dele. Quanto ao leite, vou comprar uma lata pequena do NAN Confort para testar. Acho arriscado mudar de marca, se ele se dá tão bem com o NAN, mas uma variação do mesmo tema pode ser válida.

This entry was posted in 3 meses, Alimentação, Pediatra, Sono. Bookmark the permalink.

10 Responses to Dormindo a noite inteira, com percalços.

  1. Oi Thais eu sou a Renata do http://diariodarenata.wordpress.com/ sigo todos os dias o seu blog, e para ser sincera você é a única que posta o que realmente acontece com o Paul, vc escreve o que aconteceu de bom e tambem os perrengues que tem passado, não faz do blog, um conto de fadas infantil. Isso me faz ver que com a Bruna tambem terei momentos de paz e alegria e momentos angustiantes… e o mais importante é saber que vamos passar.Desejo tudo de bom à todos vocês.ah e obrigada pelas dicas do que vc esta usando, isso tambem ajuda bastante.AbraçosRenata

  2. Clarinha says:

    Thais, em relação à pediatra privada, caso o seu convenio nao dê o reembolso e vc queira mesmo, declare tudo o que gastar na próxima declaração do imposto de renda. Mesmo a declaração simples permite isso. Já ajuda, né. É o que eu faço.

  3. Oi Thais,que bom que o Paul já está começando a dormir a noite toda! Espero agora que volte ao normal o horário durante o dia🙂 Quanto ao pediatra, que sorte ter a indicaçào de alguém que gosta da tracy hogg! Aqui em Campinas não achei ninguem… É bom ter um pediatra que segue o mesmo pensamento que a gente!Beijo!

  4. Oi Thais, sempre leio seu blog mas não comento, mas como passei por uma situação parecida com a do Paul resolvi falar: a minha filha mais velha nasceu de 36 semanas e só atingiu o peso e tamanho ideal agora com 6 anos, devido a muitas ingecções que teve, urina, garganta e alergia a lactose, que pode ser por causa dessas semanas antecipadas do parto, e eu só introduzi alimentos sólidos com 6 meses, recomendação da pediatra pq aí não tem mais perigo do estomago estar imaturo, e tbem o NAM tem todas as vitaminas do leite materno ou bem próximo, já não me recordo bem, espero ter ajudado.Bjosss

  5. ღ Keka ღ says:

    Pode ser sim um pico de crescimento, apesar que o Arthur tem dias que está mais irritado, mais chatinho e acaba mamando mais mas no fim das contas o EASY funciona com uma mamada no mei, no fim do dia dá certo. O Arthur tbem dorme sozinho, não preciso dos 4 S para fazê0lo dormir. Dorme no berço no quarto dele e sobre a morte subita basta colocá-lo de barriga pra cima que não tem problema, ele não engasga, o reflexo natural é virar a cabeça, fique tranquila. Arthur dorme no quarto dele no berço, e olha, qquer barulhinho eu acordo! tente relaxar, pode ter certeza de que ouvirá se algo aocntecer. Espero que se acerte com o pediatra, veja se vai no meu tbm, ele é muito bom apesar que esta que gosta do método já é uma ajuda e tanto!

  6. An@ Paul@ says:

    Flôr. ainda sobre o livreo q vc comentou no meu cantinho, em ler o azul primeiro né… Vc com ctza tem os dois… Comprasse em alguma livraria ou pela net? pois eu pesquisei hj na nete vi que o valor era de R$ 32,00 em um site, e fui em uma livraria aqui próximo aonde eu trabalho e o mesmo livro cistava R$ 56.00… achei uma diferença absurda.. Vc comprou na net ou em livraria?beijinhos

  7. An@ Paul@ says:

    aham…. rsrs…acabei de entrar no site da saraiva…ali já esta mais em conta…um por 39 e o outro por 36…. Vou dar mais uma vaculahada…Obrigada flor!!!! beijokas

  8. An@ Paul@ says:

    Flor, achei esse site aqui hó: http://www.siciliano.com.br Vc conhece? pq nesse ali tbm esta barato e não cobram frete, e no saraiva cobram… :(beijinhos

  9. Lisandra says:

    Oi,ThaisComo te disse da outra vez, sempre acompanho teu blog, mas não tinha muito tempo para comentar porque o meu pequeno me ocupava todos os minutos. Agora, ufa, as coisas estão melhorando. Sobre eu post antigo: 1. Esse pediatra é um ogro. Te livra dele! Nós também tivemos problema com o primeiro que fomos. Meu filho tinha engordado apenas 150 gramas nos primeiros 15 dias, chorava o tempo todo e ele achava tudo normal. Levamos mais três semanas para achar outra, mas agora tudo funciona.2, Sobre A Tracy Hogg. Também acho tudo de bom, apesar de não ter ainda conseguido aplicar como gostaria. Com a história de meu filho ter passado fome praticamente as primeiras 5 semanas, criou um monte de "maus hábitos" que estou começando a corrigir. E, confesso, eu mesma sou muito desestruturada, então tudo fica mais difícil. Mas aos poucos as coisas estão andando. Aí entra minha dúvida: como vc faz para enrolar o Paul tão bonitinho? Meu filho é muito agitado e eu queria tentar, mas não consegui direito ainda, mesmo vendo uns videos na internet. Bjs

  10. Mariana says:

    Oie, o Amir tava assim ontem, chorava que só e só relaxava comigo, depois de uns 5 minutos de choro esguelado! Cheguei até em pensar em quebranto, mas hoje ele ficou tranquilo, mas ficou comigo no sling… Vamos ver amanhã. Bjs

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s