I’ve got a feeling.

Quando eu vejo o Paul dormindo do meu lado, acho que ele já é um homenzinho. Quando eu o vejo no colo dos outros, percebo que ele ainda é só um bebê. Isso é um pouco nostálgico de minha parte, porque todos os dias agradeço por ter meu filho comigo. A ideia de não ter outros filhos faz a gente encarar cada dia com uma grande diferença no modo de sentir e fazer as coisas. O aproveitar mesmo.

Hoje o dia foi extreme cansativo, porque apesar de o Paul ter acordado às 8h, ele ficou resmungando a noite inteira por causa da chupeta. Ele está em um nível 5 de vício, e toda vez que acordava ele chorava querendo a dita cuja. Além disso, ele se acostumou a dormir com o papai. Essa noite ele acordou e chorou, chorou, chorou. Ande virou para o lado, abraçou e poft, ele dormiu. Maus-hábitos se instalam tão rápido… e eu, que demorei 3 meses para acostumá-lo a dormir sozinho, no berço, me ferrei. Essa história ainda vai dar pano para a manga. Continuo fingindo que não é comigo e dormindo super bem a noite toda (tudo tem um lado bom).

Descobri que 8h é o horário oficial do despertar dele, porque quando ele acorda antes (das 6h às 7h), ele mama e dorme. Quando ele mama às 8h, acorda bem, disposto, querendo brincar, e fica assim durante quase 2h acordado. E hoje foi se vira nos 30 total, porque aproveitaríamos a folga do Ande para fazer uma visitinha aos pais dele, que estavam loucos para ver o Paul, mas moram do outro lado da cidade. Então minha manhã se resumiu a passar roupa, arrumar os quartos, escrever um pouco e ir embora. Paul se comportou de forma ótima como sempre, dormindo na ida e na volta, além de sorrir para todos enquanto estávamos lá. A frase que mais ouvi hoje foi: “é dente, hein?”. Esperemos.

Na hora de ir embora, demos uma passada em uma loja grandinha que tem lá perto, porque o Paul está precisando de meias (as de recém-nascido apertam a canela dele, e ele tem somente quatro maiores). A loja é excelente, tem de tudo e o preço é ótimo, mas as vendedoras… Alguém precisa dizer que esse esquema de vendedora mostrando e sugerindo produto está ultrapassado, gente. Ninguém quer uma menina atrás de você sugerindo o que você pode comprar para o seu filho, ainda mais meias. “Olha essa, que linda?” Que chatice sem fim. Juro que eu ia olhar muito mais coisas na loja se não fosse essa encheção. O achado da vez foi um sling por R$38. Na verdade, eu tinha voltado na loja justamente porque tinha visto um sling de bolinhas por R$52 da outra vez lá, e queria comprá-lo. Mas daí tinha esse de R$38, mesma marca e modelo, só custando mais barato porque não era estampado (vai entender). Comprei. Azul-marinho, combina com calça jeans. Já experimentei ao chegar em casa e não perde em nada para o meu outro, que foi o dobro do preço, com a diferença que ele tem a cauda mais curta (o que eu queria mesmo).

Falando em lojas, descobri uma farmácia no Centro que vende as fraldas Huggies jeans, sabem? Nossa, nem sabia que ainda eram vendidas. Quando eu voltar lá vou comprar um pacote de G.

Estou escrevendo este post às 23h, louca para ir dormir. Tenho um monte de e-mails para responder, então não se sinta sozinho, se você é uma das pessoas que me escreveram. Amanhã tento responder tudo. Lembrem-se que eu também tenho um Formspring.

This entry was posted in 4 meses, Saindo com o bebê. Bookmark the permalink.

4 Responses to I’ve got a feeling.

  1. Thais Bessa says:

    Se tem uma coisa que me irrita é vendedor no meu pé, te falando que tudo é lindo e maravilhoso. Cara, como vc consegue dormir bem com o baby na cama, quando o Ben a coloca pra uma soneca de manhã no fim de semana, eu dormo toda torta, mesmo a cama sendo grande, é pequena demais pra nós 3, e ela é mega espaçosa. Acordo um bagaço, aprecendo que apanhei!Bjos

  2. Stella says:

    Eu não sei o que é pior… se é vendedora assim ou com má vontade… vai entender… bjs

  3. puxa…se eu soubesse que vcs tinham ido na sua sogra eu tinha ido lá!!! =(

  4. Thais says:

    thais, não consigo. fico preocupada com o edredon etc. só durmo quando o anderson dorme abraçado com ele, porque dá pra ficar tranquila. hoje será a primeira noite sem dormir na cama, depois de tudo. veremos!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s