Aleatoriedades de domingo.

Hoje foi um dia de muito calor e fico me perguntando se isso está alterando a nossa rotininha de sono por aqui. Digo isso porque agora o Paul detesta ficar no meu colo antes de ir para o berço – o que antes era um processo rápido e delicioso. Era só perceber quando ele estava com sono, levá-lo para o quarto, fechar as janelas e ficar com ele no meu colo, enquanto eu sentava na cama e ficava olhando as sobrancelhas dele, a testa franzida, o narizinho, os cabelos crescendo. E quando ele ficava olhando para mim, analisando meu rosto também – ah, essa é a minha parte preferida. E então vem o calor, maldito calor, para acabar com esse ritual tão magnífico dos nossos dias. Nosso bom e velho ritual durava cerca de 5 minutos, e então era só colocá-lo suavemente no berço que ali ele dormia por até duas horas. Agora, basta pegá-lo no colo que ele chora. Quando eu o coloco no berço, meu braço está suado e a nuca dele também, e o toque geladinho da fronha deve dar alguma espécie de frenesi, porque ele imediatamente vira de ladinho e esfrega o rosto ali, fechando os olhos e dormindo. Claro que não é sempre assim, então apelo para o PU/PD (= pick up/pick down, técnica da Encantadora de Bebês). Sábado e domingo são bons dias, porque posso contar também com a voz doce da minha avó cantarolando para ele – que dorme em questão de segundos. Meu filho está crescendo.

O sono dele, em si, está bastante regular. Agora ele dorme por volta das 18h40, depois de mamar às 18h e tomar banho às 18h20 (tem vezes que faço o inverso, dependendo da fome). Já é costume acordar cerca de 1h depois, apenas para conferir se está tudo bem e a mamãe continua por perto, cuidando dele. Isso garantido, ele dorme direto. Às 23h, dou a mamada dos sonhos e ele volta para o berço. Nessa semana eu precisei trocar a fralda nesse horário, por causa das assaduras, mas ele ficava sonolento e logo dormia novamente. O meu pequeno já sabe quando é hora de dormir e quando não é, que graça. Via de regra, ele dorme no berço. O problema é que fiquei mal-acostumada. Já dormimos a noite inteira e, quando não acontece, não consigo encontrar meu discernimento na madrugada para fazê-lo dormir de novo, então ele vem para a nossa cama. Mas confesso que isso não tem acontecido muito.

E vocês vêem que, sendo domingo e estando calor, o vento praticamente nos empurra para sair de casa e dar uma volta no parque, então lá fomos nós. Não tenho tanta motivação com esse tipo de programa porque o Paul ainda não acha isso tudo super divertido quanto achará daqui a alguns meses, quando poderá brincar e interagir mais. Por enquanto, ficar no colo é chato – ele deve pensar. Fora que é a segunda vez que eu vejo uns tipos estranhos rondando, então fui embora depois de pouco tempo andando por lá. Mesmo assim o passeio foi bom, porque ele vê gente, ouve carro, cachorro e saímos um pouco da reclusão domiciliar.

Assaduras – Antes que eu me esqueça, gostaria de agradecer a todas dicas magníficas sobre tratamento de assaduras no outro post Como disse aqui ou no Twitter (me perco nessa vida virtual), eu comecei a passar Bepantol e, de um dia para o outro, melhorou demais, então não precisei passar mais nada. Que pomada ótima! E serve para tudo, não é? Usei nos seios quando racharam, na tatuagem para cicatrizar etc.

Atualizando – Essa semana já começa cheia de compromissos, incluindo o retorno na pediatra quinta-feira. Quero saber quanto ele está pesando (novidade). Continuo estudando, escrevendo e trabalhando em casa. Estou fazendo uma faxina geral no portal e isso demanda muito tempo (tem mais de mil textos).

Viagem para o interior – A viagem em outubro ainda está de pé. Apesar de eu ter tremiliques ao me imaginar de maiô, fico me confortando pensando que os meninos da banda são praticamente da família e todo mundo sabe como são as coisas depois da gravidez. Anyway, me importo com o que eu penso mesmo e eu sou chata. Achei um maiô bacana para usar (sim, vou ter que comprar um), mas ele é preto e tem tachas. Sério, mais alguém ainda acha cool usar tachas assim, em qualquer roupa? Tirando as roupas heavy-metal de outrora que eu tenho aqui, me dá aflição ver em todo lugar. Quando eu encontrar “o maiô perfeito”, posto aqui uma foto do modelo (sem eu estar vestida, obviamente, porque ainda me sobra um pouco de bom-senso). Sobre a alimentação do Paul, falarei num post futuro a respeito das papinhas, mas acredito que será tranquilo para todos nós.

Natal – Hoje minha avó disse que não vai fazer comida nesse Natal. Já estou pensando em um zilhão de receitas bacanas para fazer recrutando minha mãe e minha tia. Vai ser o primeiro Natal do Paul e eu quero uma árvore bonita também (minha avó tem uma árvorezinha que dá dó, pequena e meio torta, que ela não troca de jeito nenhum, mas vou tentar fazê-la mudar de ideia neste ano). Também é o primeiro Natal sem o meu pai e eu acho que é justo a minha avó ficar só dizendo o que quer e o que não quer enquanto a gente cozinha. Apesar de eu não ser cristã, gosto do clima do Natal – especialmente a comida.

Batizado – Tomamos algumas decisões (por livre e espontânea pressão de todos os familiares, para falar a verdade). Apesar de não sermos católicos, ao menos eu tinha pensado em fazer o batizado na IC, porque a família inteira simpatiza com a ideia. “Na pior de todas as hipóteses, é apenas uma bênção”, disse a minha mãe, e eu concordo. Mas o Ande não queria de jeito nenhum. O que me fez decidir foi conferir que o dia 31 de outubro cai em um domingo (dia dos batizados na igreja aqui perto). Então vamos fazer, mantendo a verve pagã! Além disso, quero fazer sim um batismo de acordo com a nossa religiosidade. Estou planejando algo bem bacana e em breve bato o martelo a respeito.

Salto de desenvolvimento dos 4 meses e meio – Essa semana minha mãe veio aqui e nós percebemos que ele já sabe que eu me chamo “mamãe”, hehe. Quando ela falava: “cadê a mamãe?”, ele me procurava com os olhos até encontrar. Isso é muito fofo, vai? A outra coisa que ele não pode ver é a mamadeira. Gente! Ele grita, se esperneia, uma loucura. Outras coisas nítidas:
– já segura a mamadeira na hora de mamar (eu fico apoiando no final dela, mas ele que segura);
– já se desvira quando fica de bruços (a não ser que os braços estejam muito esticados para baixo, kkk);
– já levanta bem a cabeça e o peito quando está de bruços (mas ele detesta ficar desse jeito por enquanto);
– consegue segurar bem quase tudo (apesar de ainda ser descoordenado);
– olha para cima;
– falar “mã-mã” ou “mããããã” (só não sei se intencionalmente).

Preciso, preciso mesmo – Arrumar o quarto dele, colocar as folhas de EVA no chão com os brinquedos, deixar tudo limpinho, organizadinho, seguro e pronto para quando ele começar a engatinhar. Sei que ainda vai demorar um par de meses (no mínimo), mas sou organizada e vocês sabem como é. Quando eu tenho alguma pendência para resolver, não sossego enquanto não termino. Fora a faxina geral no atelier, que está eminente.

Apesar do desconforto, fico feliz com a chegada do calor. Primavera e outono são as minhas estações preferidas. Preciso tirar fotos.

Vou ali porque tenho a InStyle de setembro novinha me esperando!

This entry was posted in 4 meses. Bookmark the permalink.

6 Responses to Aleatoriedades de domingo.

  1. Que delicia vê-lo crescer, quer dizer que agora ele procura a mamãe? Que fofo! Vou comprar este tapetinho tbem amiga, embora eu brinque com ele acho legal ter este tipo de brinquedo. Quianto ao piso eu comprei aquelas passadeiras emborrachadas e é uma boa opção ao invés do EVA se vc ainda não comprou pois o custo é menor. dorei as fotos e o relato!

  2. Mariana says:

    Oi Thais, tbm adoro primavera, mês do meu aniversário. E convenhamos, esse inverno não tem nada de frio… aqui tá horrível e meu baby é MUITO calorento! Os pezinhos dele chegam a suar! Acho que isso tbm está atrapalhando nossa rotina, ele tá acordando bastante a noite, mesmo com toalha molhada e balde ao lado. Durante o dia fica bem irritado, e no meu apê bate sol durante toda a tarde!!! AfzzzTbm estou planejando o batismo, aqui numa capela pequena perto de casa. Mas vou ter que fazer os cursos então ainda não sei quando vai ser.Aqui tbm usamos o Bepantol, e adoro! Ele nunca teve assadura. Uso depois do banho e durante as trocas uso óleo mineral. Usei Bepantol quando tive alergia de pele durante a gravidez tbm.Pois eh, daqui a pouco chega o Natal. Não sei como vai ser aqui conosco mas tbm quero uma árvore bem linda! Vou comprar ou fazer uns enfeites e adoro luzinhas!Bjs e boa semana procês!

  3. é, realmente ele já está crescendo e demonstrando preferências…o Lennon tb detestava dormir no colo por causa do calor, foi aí que ele se acostumou a pegar no sono sozinho sem eu precisar niná-lo, apenas fico do ladinho acariciando suas mãos, cabelos, bumbum e assim vai…ele dorme facinho.e como o Paul tá lindo!

  4. no último natal o Lennon já dava alguns passinhos, principalmente no andador, e derrubou a árvore 3 vezes em cima dele..hahaha o Paul com certeza vai aprontar as deles…heheh

  5. Clarinha says:

    Que bom que o Paul dorme bem. O João anda variando: dias de bom sono e outros sem sono nenhum. Ainda estou na luta pra ter uma rotina por aqui…Quanto ao maiô, eu comprei um que gostei muito! Foi caro (98,00) na Salinas. Mas valeu porque disfarçou bem a barriga que ainda tá totalmente fora do lugar! Vou usar pra valer nesse fim de semana porque vamos a um casamento na Bahia, daqui conto como foi!

  6. brunita says:

    Olá Thaís, estou começando meu blog agora e através de uma amiga achei o seu, adoreiiii muuito!!!lindo seu baby e muito fofo o seu blog!!te adicioneibeijos

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s