7 meses.

No último mês, percebi na pele o tempo voando. Paul simplesmente passou de seis para sete meses sem eu me dar conta direito – nunca um mês passou tão rápido desde que ele nasceu. E agora ele já tem sete meses! Daqui a pouco completa um ano de idade! Meldels!

A mudança mais notável está no seu comportamento: ele está MUITO mais ativo, do tipo “socorro!” mesmo. Dorme menos, quer pegar tudo, sorri para todos na rua, é tagarela, se arrasta para lá e para cá e fica se contorcendo no colo para olhar algo diferente do outro lado ou querendo ir no chão. Sim, porque ele só quer ficar no chão. Nem adianta colocá-lo no tapete de EVA (que acabei comprando baratinho na 25, ainda bem). Chora na cadeirinha, no cercadinho, no berço. Quer ficar indo para lá e para cá o tempo inteiro. Minha avó disse: “nunca vi uma coisa dessas! esse menino vai dar muito trabalho!”.

Dentes? Nope! Tudo alarme falso anteriormente. A babação toda desde os três meses não significou absolutamente nada. O apetite, no entanto, parece de um menino de 14 anos! Come muito, um pratão, no almoço, e depois uma frutinha inteira. Além disso, se você ameaçar oferecer o que está almoçando, ele abre a boca e os braços como se não tivesse comido nada! Não pode ver um prato de comida que já fica maluco, lambendo os lábios.

A imensa atividade tem afetado o sono, é claro. Nos últimos dias ele tem acordado por volta das 21h para… brincar! Não tem fome e nada o faz voltar a dormir. Ele acorda agitadaço, querendo ficar com a gente. O que fazer? PU/PD? Sim, se eu fosse a única pessoa cuidando dele. Mas confesso que adoro ficar com ele tão feliz, além de o papai adorar esse momento para ficar com ele, então tudo bem. Educar em conjunto significa que ambos precisam ser maleáveis. Já fazemos todo o resto do “meu jeito”, porque eu li muito, me informei demais, mas não posso podar o Anderson. Assim, abro algumas exceções, porque ele é o pai. E ele tem feito tanta coisa, que nem tenho como argumentar. Quando o Paul começa a acordar lá pelas 6h, é o Anderson que fica com ele até eu despertar de vez (confesso que tenho me sentido um zumbi ultimamente com essa horinha a menos no meu sono, porque antes ele acordava às 7h). É ele quem dá banho, prepara o jantar, troca as fraldas, cuida dele durante a noite… enfim, um paizão. E isso faz toda a diferença do mundo no dia-a-dia para todos nós.

Uma coisa que eu tenho notado é que ele acha a maioria dos brinquedinhos dele sem graça agora. Não porque o brinquedo, em si, não seja atraente – mas porque ele brinca durante três segundos e já quer novidade. A grande descoberta da mamãe aqui é que ele não precisa de dezenas de brinquedos, mas objetos do cotidiano parecem muito mais interessantes. Ele ama brincar com as tampas das panelas ou dos tupperwares, por exemplo. Os controles da TV são o ápice. Tudo, simplesmente tudo é motivo de festa para ele.

A cadeirinha (bebê conforto) continua aqui, porque usamos bastante, mas no carro já é hora de usar a cadeirinha fase 2, acima de 8kg, que ainda não compramos. Sim, estamos um pouco falidos depois dos ingressos do show do Paul McCartney (que ainda estamos pagando), mas aos poucos vamos comprando tudo o que precisamos. O trocador também está se tornando obsoleto. Paul simplesmente não para quieto na hora de trocar as fraldas – preciso ter uns três brinquedinhos em mãos para ir alternando enquanto troco, porque senão ele quer virar de bruços e se contorce inteiro. Já sujei o trocador diversas vezes, além das costas dele, pernas… Ele é muito agitado e dá até nervoso às vezes. Quando ele já estiver bem seguro sentado sozinho vou comprar uma banheira grande para dar banho nele no chão do banheiro mesmo. O trocador já quase não uso – e darei de presente para a minha prima, que terá bebê em janeiro.

Eu lembro que, há alguns meses, eu comentei aqui no blog que as fraldas deram uma estabilizada, que só no começo gastava bastante, mas queéissooooooo! Paul gasta muita fralda agora, porque tem feito uns seis cocôs diários – culpa da nova rotina alimentar. Ainda estamos na M (Pampers Diurna e Noturna, Total Confort), com algumas G (Pampers Superséc, Turma da Mônica). As roupas são uma bagunça: ele usa de M a 2, porque os tamanhos variam demais de acordo com o fabricante. No entanto, para comprar novas, só 1 e 2. Está frio em São Paulo nos últimos dias e, para piorar, a máquina de secar quebrou pela enésima vez. Vamos ter que comprar outra ainda esta semana. Aqui em casa não tem espaço para pendurar roupa e não bate sol na área de serviço. Logo, as roupas demoram uma eternidade para secar e não tem espaço para um lote inteiro lavado na máquina. Justo nessa semana do frio. O que tenho feito é lavar as camisetinhas de manga comprida, que sujam mais, e deixando acumular o resto até chegar a máquina nova.

Na semana que vem devo levá-lo para tomar a vacina da meningite (que finalmente está disponível nos postos de saúde gratuitamente). Nada de vacinas nesta semana. Lembrem-se que ele ficará com a minha mãe e a minha avó nos dois dias dos shows do Paul McCartney e não quero que nada saia muito do normal dele.

Para passear, tenho usado menos o sling e mais o carrinho, porque ele está pesado! Porém, quando saio sozinha para algum lugar onde não dê para levar o carrinho, ele vai no sling numa boa. Ele nunca estranhou, porque usei desde cedo. O carrinho é uma chatice de carregar, pesado, trambolho, mas quebra um galhão. Não sei se ter um carrinho de passeio é útil agora, porque em breve ele estará andando e esses carrinhos nem são tão mais leves assim. Por enquanto, vamos nos virando com o nosso mesmo.

Ainda este ano devemos fazer o batizado dele. Apesar de não sermos cristãos, acho importante para a família, para os padrinhos, e é uma bênção como qualquer outra. Mal não fará, então por que a resistência? Ok, somos hereges (rs), mas todos nós fomos batizados. Acho que é um rito de passagem importante, seja em qual religião for. Precisamos ir em um sábado qualquer fazer o curso da igreja (demora cerca de 1h e é só chegar e fazer – tentaremos ir no sábado depois dos shows) e depois pagar a taxa de inscrição do batizado de segunda a quarta-feira do domingo em que faremos. Não sabemos quando será porque o Ande precisa estar de folga e, agora no final do ano, é uma correria sem fim no trabalho dele – shopping, comércio, sabem como é. Mas na próxima folga dele de domingo provavelmente faremos. Não pode demorar tanto porque senão ele vai perder a roupinha, que já compramos (e é um arraso).

Agora preciso me concentrar também na arrumação da casa, porque tem muita coisa a ser feita antes do ano acabar. Passei outro dia inteiro raspando as paredes da garagem, então preciso lixar, passar massa corrida e depois pintar. Também precisamos tirar as coisas todas do atelier, levar os instrumentos para lá e arrumar a sala para o Natal. Quando chegar neste ponto, vou ficar feliz, porque esse atelier está uma loucura! Depois tiro uma foto para vocês terem uma noção.

Enquanto isso, Paul fica arrasando corações por onde passa. Na última semana, fui até a papelaria comprar a minha agenda 2011 (estava precisando) e todas as atendentes ficaram babando enquanto ele gargalhava vendo um Golden Retriever na calçada. Acho muito engraçado que, enquanto ando com ele na rua, ele vê uma pessoa se aproximando e já abre um sorriso enorme, querendo fazer amizade. Vocês já imaginaram o poder galanteador do meu filho no futuro? Reflitam.

This entry was posted in 7 meses. Bookmark the permalink.

19 Responses to 7 meses.

  1. Ah, que delícia!!! Que bom que ele é um bebê simpático. Além disso, está uma graça, tem cara de homenzinho. Quanto aos brinquedos, compra uma guitarra pra ele, pra já ir se acostumando com a posição do instrumento…rsSó um comentário: eu vi numa loja de crianças, uma guitarra pequena de criança mesmo, mas igual a uma grande e o mais legal é que era de verdade, tinha amplificadores e tudo.

  2. Que delícia acompanhar o crescimento do Paul! FIco feliz em ve-lo cada dia mais esperto! Lucas também é super social! Sorri pra todos, qualquer um cuida dele numa boa! Acho tudo de bom :)Menina, e esse redemoinho no cabelo do Paul? Será verdade a história de bebês que tem o redemoinho são danados? No seu caso, parece que sim! kkkkk Beijo!

  3. Di says:

    hehehe vai dar cada vez mais canseira, mas é cada dia mais gostoso!!Olha, eu aqui vou trocar a cadeirinha da Rebeca agora, mes que vem, que vai ate 13kg ou 1 ano por uma da Infanti que é de 9kg a 36kg. Por mais que seja mais cara, não vejo por que ficar comprando varias e varias vezes se voce pode comprar uma vez só. No caso essa da Infanti que vou comprar não serve pra voces ainda pois ela é virada para frente e a lei diz que ate 1 ano tem que ser virada para tras. Mas a Burigoto tem uma que vai do 0 a 36kg, talvez valesse dar uma olhada…(mas é tão cara quanto uma maquina de secar nova…)

  4. Débora says:

    Mas tá lindo demais o Paul! Amo o rostinho feliz dele nas fotos, é MUITO fofo!Concordo contigo nessa coisa do mês passar rápido. Eu sempre lembro do mesversário do Paul pq ele é exatamente um mês e meio mais velho que o Vicente. Aí quando o Vicente faz meio mês, sempre lembro que o Paul completou mais um e me apavoro!Hoje mesmo pensei "O Paul faz SETE MESES!!!!!!!"Eu também tô me sentindo um zumbi pq o Vicente tá no mesmo esquema do Paul. Dormia até as 07 e agora resolveu que tá ótimo acordar as 06. Como faz falta uma horinha!Eu tava esperando liberarem a vacina, achei que não ia ter mais, mas que bom! Vou ligar pro posto pra ver se aqui já chegou também!Beijos e parabéns pro Paul!

  5. An@ Paul@ says:

    Nossa quanta novi Thais.Ta alindo esse baby,e a cada dia maior né!Fico só imaginando meu pimpolho aqui de 2 meses chegar nessa fase, hehehe… nossa, é daqui pouco se formos ver, rs.E o cabelinho dele ta engraçadinho né, um misto de enrolado com liso, hehe.Olha esses carrinhos realmente né…tbm gastei horas procurando, pesquisando, mas são tdo uns trambolhões que é dificil até pra colocar no carro, afff.Olha…. muito legal ler sobre o desenvolvimento dele, e poder imaginar eu daqui a alguns meses, kkkkkabçs

  6. Onw,que lindo que ele está!Nossa ele mudou muito e agora estou achando mais parecido contigo…rsrsDaqui a pouco é Bryan que faz 7 meses e tmb tenho a sensação que passou rápido demais!!!Bjos

  7. Thais Bessa says:

    A partir dos 6 meses é cada dia uma delícia nova mesmo. Isso dos brinquedos é verdade, dou mais coisas alternativas que brinquedos pra ela. Mas ela tem os preferidos, que ela consegue curtir por uns 2 minutos, rs.Menina, isso do trocador, está na hora de aposentar mesmo. Desde os 6 meses não uso, com medo de um acidente. Coloco o trocador plástico na cama do quarto dela e ela só é trocada lá, depois do banho tb… Uma coisa que fiquei pensando, vc perguntou isso dos 6 cocôs pro pediatra? Pelo que ela me falou, até 7 cocos diários é normal para bebê mamando somente LM, é bom dar uma checada, mas pode ser algo temporário.Bjos

  8. Amiga que delicia, quanta novidade! Paul está super ativo hehe, que maravilha e que correria né? Sobre as fraldas foi bom eu ler assim me preparo para o que virá com meu Reizinho!

  9. maeperua says:

    O Paul é ariano, não é? Parece bobagem essa coisa de signos, mas ariano é agitadinho e super sedutor… rs…Que delícia de fase (deve cansar, mas que coisa mais gostosa essa interação total dele)

  10. Angi says:

    Oiii Thaisque coisa mais querida o Paul!nossa, o Antônio está com 4 meses e meio, e já me dá canseira, imagina com 7 meses!muito fofo teu baby!dá uma olhada no meu blog, se gostar me segue, é bem novinho, mas cheio de carinho…beijoshttp://maedeguri.blogspot.com/Angi

  11. Camila says:

    Ai que delícia essa fasedo Paul!Aqui estamos passando por uma fase meio dark. Acho que vc deve ter tido uma fase em que tudo parece demais e vc não vai dar conta e tudo o que vc sente vontade de fazer é se trancar no banheiro e chorar né? Pois é, estou nessa fase!Tive maior breakdown hoje! heheMas tudo há de passar!O lema é "é uma fase e logo passará"heheBeijo pros dois!

  12. Claudia says:

    Oi, tudo bem? Conheci seu blog através dos seus posts sobre amamentação, tô sofrendo aqui com isso… Seu filhote é muito lindo e esperto! Beijos

  13. Alethéa says:

    Eles mudam muito, né? Fico impressionada com meu Miguel e quase tudo que vc falou está acontecendo por aqui tb. Trocador? Já era! Brinquedos? Enjoa rapidinho! E por aí vai…mas cada dia mais gostoso, né?!Abraços!

  14. Lais says:

    O Douglas é exatamente 1 mês e meio mais velho que o Paul (01/03) e, sem querer te desanimar, mas a tendência é piorar rs Mas em relação ao sono, passamos pelos mesmos apuros: acordar do nada querendo brincar. Pelo menos isso passa. Hoje o Douglas dorme das 21:30 às 6, as vezes 7, direto. Dentes, só com quase 8 meses! E só os dois de baixo, nem sinal de mais nenhum.O Paul está uma graça! Vc consegue pegar ótimos momentos risonhos dele.Beijos!

  15. Parabéns pequenino!! Enfim meu computador voltou a funcionar, e vou poder continuar acompanhando a evolução dele por aqui!!Ameeiii a foto chupando o dedinho!!

  16. Cibele says:

    gente, mas que baba quilométrica é essa??? haha xox

  17. Carol Darcie says:

    Te linkei, leio sempre seu site. Beijos!!!!Carolinawww.conversasaomeiodia.wordpress.com

  18. Marieeetaaa says:

    nossa parece que li alguem escrevendo sobre o dimitri hahaha mesmas coisas aqui… inclusive batzizado…paul ta lindo e cabeludooooooooobeijokas

  19. Lena Argolo says:

    hahahaFase BOA! A gente acha que não vai dar conta de segurar, mas adiante eles acalmam… O Heitor tb gostava de brincar com caixas, celulares, objetos em geral. Enchi umas garrafas pet de 1,5 L com pedrinhas, ele AMA até hj.Faz de chocalho.E custou NADA! rsTrocador eu passei a trocar na cama, arrumei um apoio pras costas e uma bandeja. Coloquei uns brinquedos para distraí-lo também.O banho é em uma bacia grande, com laterias altas e com apliques antiderrapantes no fundo que comprei separado. Ele ama, apoia nas laterais e fica em pé! rsCarrinho: comprei um de passeio, pq viajo muito de avião… Ele vai até 25 kg. Na esteira do aeroporto ele acusou 5 kgs. Testei com todos os sobrinhos e primas, e todos amaram. Na verdade, minha sobrinha até acabou "trocando" de lugar com o Heitor em alguns momentos no shopping… E ela já tinha passado a odiar carrinhos. Acho que é como sling, como cadeirinha de auto, tudo é o costume. Se vc acostuma-lo, ele usará por muito tempo, vai enjoar e querer de novo… Bom, essa é a minha esperança! rsEi, seu filho é um chaaaarme, mesmo, e eu só fi as fotos!! :)Abs!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s