Sobre perfeição.

Deixei o E-Family depois de mais de um ano de participação ativa porque não pude mais fazer parte daquilo, simplesmente. O fórum foi ótimo, conheci muitas pessoas e fiz amizades de verdade lá, mas acabou. Sempre existiu uma ignorância enorme por parte da maioria dos participantes e eu sempre relevei pela minoria que participava, discutia, se ajudava. Não mais.

O motivo foi uma mãe ter criado um tópico dizendo ter ficado estressada porque a sua filha de seis meses não parava de chorar. Como ela já estava nervosa com a falta de pagamento da pensão por parte do pai, ela bateu na menina. Sim, uma bebê de seis meses. Esse não é o primeiro tópico absurdo que apareceu por lá. Já existiram diversos outros semelhantes ou relatando casos de violência, ignorância e baixo-nível mesmo. O que não dá para suportar, além de ler esse tipo de coisa, são as respostas.

A pessoa cria um tópico se dizendo ser uma péssima mãe porque bateu na filha. Óbvio que ela é! No entanto, qual o objetivo ao se criar um tópico do tipo? Obter confete – ler outras mães consolando, dizendo que foi um erro, “mas somos todos humanos”, “que bom que você se arrependeu” etc. Sinceramente: para que criar um tópico a respeito? Mas enfim, é o discernimento de quem bate em um bebê.

Fiquei tão inconformada com a questão que resolvi responder o tópico. Já prevendo a reação de algumas participantes, e absurdamente decepcionada com o fórum, como há tempos vinha alimentando a vontade, deletei minha conta – e, com isso, todas as minhas mensagens. Não quero ninguém naquele fórum chegando ao meu blog, vendo meu filho e enviando sabe-se lá que tipo de energias. Por pura curiosidade, entrei agora à noite para ver as respostas e, como eu imaginei, a maioria me massacrava! Diziam (na super dedução que elas fazem) que eu me achava a mãe perfeita, que eu não tinha problemas e outros argumentos daqueles que dão orgulho de ver (NOT). E então eu apenas me perguntei por que não tinha deletado minha conta antes e simplesmente evitado a leitura daquela primeira mensagem, pois realmente me afetou o fato de uma mãe ter batido na filha de seis meses e ainda querer confetes no fórum pelo seu “arrependimento”. O relato tinha pérolas como “foi só um tapa, não doeu nada” e “só fiz isso porque estou com muitos problemas”.

Duas palavras sobre perfeição: não existe.

Ninguém, naquele tópico, estava discutindo quem era a mãe perfeita. Eu disse que achava um absurdo e que, sim, ela era uma péssima mãe – o que ela mesmo havia dito. Mãe perfeita? Quem se acha a mãe perfeita? Mas eu acho uma atrocidade bater em um bebê de seis meses. Isso sim está longe sequer da tentativa de ser uma boa mãe. E, o irônico, é que ela tem o endereço do blog na assinatura – algo como “sou uma super mãe”.

Na boa? Se alguém estava julgando a sua atitude, foi ela mesma. Ela criou um tópico sobre se achar uma péssima mãe, em um fórum de discussões, pedindo que outras pessoas comentassem o lamentável fato. Enquanto todo mundo passava a mão na cabeça dela, ela estava super arrependida e se achando a pior mãe do mundo – mas bastou alguém afirmar que ela era realmente uma péssima mãe, como ela mesmo dissera, que ela se tornou a vítima de julgamentos, chamou a mim e outras participantes com o mesmo ponto de vista de “mães perfeitas sem problemas” e tudo o mais. Dizer o quê? Lamentável. Já desperdicei até palavras demais com ela.

E por que eu resolvi postar isso aqui no blog? Porque me fez pensar a respeito de algo que eu já venho martelando há algum tempo – o fim do mesmo. Foi ótimo enquanto durou, fiz muitos amigos, conheci muita gente legal, recebi dicas ótimas e acredito que tenha ajudado algumas pessoas também. Porém, expôr tanto a minha família já não é tão legal como foi há alguns meses. Já não tem tanta graça. Se tornou perigoso, até, na minha cabeça. Por esse motivo, muito provavelmente seja o fim de um ciclo e, como tal, novos caminhos se abrem. O que eu vou fazer? Não sei, mas aviso. Comecei desvinculando o blog do domínio. Peço a vocês que não divulguem. Obrigada.

This entry was posted in 8 meses, Internerd, Ironias da vida. Bookmark the permalink.

6 Responses to Sobre perfeição.

  1. Camila says:

    Aquele tópico foi um absurdo. Também postei lá. Não voltei pra ver porque tenho certeza de que vai me fazer mal.Mas sabe… o problema do e-family é que tem muita gente ignorante lá. Assim, simples. Não tem outra explicação.Espero que não acabe com o blog. É um registro fantástico para o Paul!

  2. .daisy. says:

    Algumas vezes já pensei em entrar no e-family, mas nunca o fiz de fato justamente por causa dos montes de comentários ignorantes que aparecem por lá. Achei que não teria paciência. E hoje, olha, dou graças a deus que nunca entrei mesmo. Quando li o "ela bateu na menina" aqui do seu texto, juro, senti meu coração explodir. Como pode uma coisa dessas? E os comentários de "consolo"? Que gente mais estúpida. Eu só passaria raiva, certeza. Foi sábia a sua decisão de sair de lá.Mas também espero que você não acabe com o blog! =)

  3. Lih says:

    Oi Flor..Te conheci no e-family, sou a *Lih*, tb penso como vc e só mantenho a minha conta lá por causa da minoria, tenho amigas lá, pessoas maravilhosas como a Dóris, a Mari, as mamães de Outubro…Agora, realmente, as pessoas lá são bitoladas demais, tudo é uma rasgação de seda, uma melação só…e quando vc vai contra a maré é a louca…difícil né?

  4. marie says:

    fui ler o tal tópico por pura curiosidade.. choquei com a ignorância daquele povo. não só da louca que bateu na filha, mas com a de geral que passou a mão na cabeça dela e te atacou te chamando de dondoca.. te conhecem bem, né? -nsabe o que mais me deixa sem esperanças nesse mundo? saber que a maioria do povo que procria é assim, ignorante, vazio e estúpido. espero de verdade que crianças educadas com esclarecimento e bom senso como o paul dominem o mundo, pelo bem da nossa sociedade. beijo!

  5. acabei me manifestando lá no tópico tmb, mas nunca respeitam nosso ponto de vista, então deixei pra lá…bjs

  6. Bruna says:

    Ola Tais, eu acompanho o seu blog a mto tempo, e apesar da gente nao se conhecer, eu admiro mto vocee por concidencia ou nao, eu tbm vi e respondi esse mesmo topico, e quase fui surrada pelo proprio SER q criou aquele topico.concordo com td que tu disse… e po mais uma coincidencia ou nao, eu tbm deletei minha conta do EF pelo mesmo motivo.algumas meninas, nao todas, pois tenho amizades com muitas, sao ignorantes e muito agressivas, generalizam muita coisa, e qdo surgem algo absurdo, elas simplesmente passam a mao na cabeça como se fosse cert.concordo contigo..PS: desculpa pelos erros, mas minha baixinha esta no colo..rsbjus no Paul…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s